Johnny Impact e Taya Valkyrie, um casal de campeões



Data: 6 de janeiro de 2018
Arena: The Asylum
Localidade: Nashville, Tennessee




Ultimate X match pelo Impact X Division Championship:
Ethan Page vs. Jake Crist vs. Rich Swann vs. Trey Miguel
Rapidamente houve tentativas de subir e percorrer os cabos até ao cinturão e também rapidamente houve quedas lá de cima. Seguiram-se tentativas dos quatro lutadores em deixar os adversários fora de combate e depois tentar chegar ao título, com spots à mistura.
Rich Swann foi mais rápido a escalar a estrutura e a percorrer os cabos do que Trey Miguel e acabou por alcançar o triunfo.
Vencedor: Rich Swann (novo campeão)
Nota: 6,5/10


Jordynne Grace e Kiera Hogan vs. Allie e Su Yung
Combate feminino com muita palhaçada e assim nem tanto wrestling, com Allie e Su Yung a alcançarem a vitória após uma espécie de Manible Claw.
Vencedoras: Allie e Su Yung
Nota: 3/10


Falls Count Anywhere match:
Eddie Edwards vs. Moose
Eddie Edwards não perdeu tempo e atacou Moose durante a entrada deste, mas acabou por cair nas garras do poderoso adversário antes de o duelo prosseguir para a zona das bancadas.
De volta ao ringue, o já ensanguentado Edwards atirou Moose por cima da corda superior, fazendo-o cair num gradeamento que estava montado entre a borda do ringue e uns degraus.
A dada altura, a mulher de Eddie Edwards tirou-lhe um kendo stick das mãos para ela própria bater em Moose com a arma, tendo Edwards finalizado a ofensiva com mais uma stickadas e o DDT vitorioso.
Vencedor: Eddie Edwards
Nota: 8/10


Willie Mack vs. Sami Callihan
Willie Mack atacou Sami Callihan quando este último ainda não tinha finalizado a sua entrada em ringue, iniciando assim um período de domínio que durou alguns minutos.
O duelo, que envolvia dois pesos pesados com bastante rapidez e agilidade, tornou-se um interessante espetáculo, com Willie Mack a mostrar capacidade voadora e resiliência, resistindo aos duros golpes de Callihan. Bem, só não resistiu ao Piledriver final.
Vencedor: Sami Callihan
Nota: 7/10


Monster's Ball match:
Abyss vs. Eli Drake
Combate hardcore à boa moda de Abyss, que protagonizou um spot incrível ao projetar Eli Drake para fora do ringue e consequentemente para cima de duas mesas através de um Belly to Belly Suplex.
Pouco depois, Abyss plantou Eli Drake para cima de pioneses, mas nem assim conseguiu a vitória. Eli Drake ripostou com violentas cadeiradas, mas também não alcançou o triunfo apesar dos danos causados. Eli Drake voltou à carga com uma espécie de remo na cabeça de Abyss, e aí conseguiu sair vitorioso.
Vencedor: Eli Drake
Nota: 7/10


Impact World Tag Team Championship:
The Latin American Xchange (Ortiz e Santana) (c) vs. The Lucha Bros (Fénix e Pentagón Jr.)
Voadores, velozes e furiosos, os The Lucha Bros entraram a todo o gás, dando espetáculo ao exibir um vasto arsenal aéreo. Quando tiveram oportunidade, os LAX seguiram o mesmo rumo e rechearam o combate de spots incríveis.
Após uma contenda emocionante e espetacular, os LAX conseguiram manter o título após um double team.
Vencedores: The Latin American Xchange (Ortiz e Santana)
Nota: 8,5/10


Impact Knockouts Championship:
(Gail Kim como árbitra convidada)
Tessa Blanchard (c) vs. Taya Valkyrie
Combate muito agressivo, que não se ficou pelo ringue. Tessa levou-o até às imediações, onde causou estragos fazendo uso da barreira de proteção.
Minutos após o regresso ao ringue, Tessa atingiu Gail Kim e depois aplicou um DDT em Taya, mas não havia árbitro para fazer a contagem. Com o passar do tempo, a animosidade entre Gail e Tessa foi subindo de tom, até porque Tessa dominava, mas os assentamentos que fazia ficavam a centésimos de segundo de chegar ao fim.
A dada altura, Gail Kim fartou-se e executou um Eat Defeat em Tessa, permitindo a Taya aproveitar para aplicar o seu finisher e alcançar o triunfo.
Vencedora: Taya Valkyrie (nova campeã)
Nota: 4/10


Impact World Championship:
Johnny Impact (c) vs. Brian Cage
A força bruta de Brian Cage contra a velocidade e agilidade de Johnny Impact, num duelo não só de wrestlers, mas também de estilos contrastantes.
A toada de estilos contrastantes foi prosseguindo, mas o combate estava mais a arrastar-se do que propriamente a desenvolver-se, parecendo não haver um grande fio condutor, o que se agudizava tendo em conta os cânticos desadequados dos fãs, o que já é um apanágio do Impact Wrestling/TNA.
Depois de ter sofrido um golpe de alto impacto a partir da corda superior, Brian Cage esqueceu o selling e desatou a aplicar Powerbombs e outras projeções violentas em Impact, mas o campeão conseguiu sempre arranjar forma de se safar nos assentamentos. E numa fase em que estava a ser dominado, surpreendeu Cage com um roll-up que teve tão de engenhoso como de botchado, alcançando assim o triunfo.
Vencedor: Johnny Impact
Nota: 5,5/10