The Briscoes vencem Ladder War e sagram-se campeões pela 10.ª vez; Lethal retém o título diante de Cody e terá Marty Scurll como futuro adversário



Data: 14 de dezembro de 2018
Arena: Hammerstein Ballroom
Localidade: Nova Iorque, Nova Iorque




Kenny King vs. Eli Isom
Kenny King começou por dominar, chegou a ter a vitória praticamente no bolso, passou por alguns sustos depois de ter acusado algum excesso de confiança, mas acabou por vencer.
Vencedor: Kenny King
Nota: 6/10


ROH World Television Championship:
Jeff Cobb (c) vs. Adam Page
Adam Page não perdeu tempo e atacou Jeff Cobb assim que a campainha soou, mas de pouco lhe valeu, pois o campeão rapidamente soube inverter a toada inicial através da sua força bruta.
Ainda assim, o combate foi bastante equilibrado e emotivo, com near falls para ambos os lados, reverses e golpes impactantes. Jeff Cobb acabou por vencer depois de executar um Tour of the Island.
Vencedor: Jeff Cobb
Nota: 8/10


Four Corner Survival match pelo Women of Honor World Championship:
Sumie Sakai (c) vs. Madison Rayne vs. Karen Q vs. Kelly Klein
Karen Q foi a primeira a ser eliminada, cortesia da poderosa Kelly Klein, que tentou repetir a dose em Madison Rayne e, depois de alguma insistência, acabou por ter sucesso.
Sumie Sakai e Kelly Klein ficaram para o fim, num frente a frente entre a campeã e a promotora das duas primeiras eliminações. Sakai tentou decidir o combate através de submissões, Klein através de projeções. A vitória acabou mesmo por sorrir a Klein, após uma projeção a partir da corda superior.   
Vencedora: Kelly Klein (nova campeã)
Nota: 6/10


Jonathan Gresham vs. Zack Sabre Jr.
Combate muito técnico, entre dois conhecedores do chain wrestling que protagonizaram um duelo intenso e disputado em grande parte junto ao tapete. Zack Sabre Jr. Acabou por levar a melhor, ao conseguir um pin fall engenhoso, mas esteticamente perfeito.
Vencedor: Zack Sabre Jr.
Nota: 6/10


Matt Taven vs. Dalton Castle
Combate entretido, entre um Matt Taven que se julga o verdadeiro campeão mundial e o sempre divertido Dalton Castle. Houve boas sequências, um acentuar de intensidade e alguma emoção da parte final.
Taven pensou que tinha garantido a vitória após ter acertado com o seu cinturão na cabeça de Castle, mas os efeitos não passaram da near fall. Fora do ringue, os membros dos The Kingdom iam tentando interferir e neutralizar os boys de Castle.
Já sem TK Ryan nas imediações do ringue, Castle aplicou um Bang-A-Rang, mas Taven interrompeu o pin fall ao tocar com a mão na corda e pouco depois conseguir a vitória após um Climax.
Vencedor: Matt Taven
Nota: 7,5/10


Combate para determinar o candidato principal ao ROH World Championship:
Christopher Daniels vs. Marty Scurll
Combate começou com várias provocações de Marty Scurll, bastante confiante na sua capacidade para bater o veterano Christopher Daniels.
Se a confiança de Scurll teve razão de ser nos primeiros minutos, Daniels foi conseguindo equilibrar, com o apoio do público.
A dada altura, Scurll esteve perto de prender o Chickenwing no centro do ringue, mas Daniels conseguiu contra-atacar para um pin fall surpreendente, mas que ainda assim não terminou o combate. Surpreendente também foi o Tombstone Piledriver de Scurll, também insuficiente para encerrar o duelo, numa fase em que se viam golpes de muito impacto e contra-ataques de parte a parte em catadupa.
Depois de ter pisado o pescoço e a nunca de Daniels, Marty Scurll conseguiu prendê-lo no centro do ringue com o Chickenwing e alcançar o triunfo via submissão.
Vencedor: Marty Scurll
Nota: 8/10


"I Quit" match:
Bully Ray vs. Flip Gordon
Flip Gordon não perdeu tempo a atacar Bully Ray, depois de uma entrada pelas bancadas do emblemático Hammerstein Ballroom. As armas não tardaram a aparecer: Gordon introduziu uma cadeira, Bully Ray a tradicional mesa.
Fora de si e com o combate aparentemente controlado, Bully Ray desatou a atacar toda a gente que lhe aparecia pela frente, até um ensanguentado Flip Gordon o interromper. Ainda assim, Bully voltou à carga a pessoas do exterior e ameaçou aplicar um Powerbomb à namorada de Flip Gordon numa mesa.
Gordon conseguiu dar a volta à situação e esteve perto de fazer Bully Ray desistir ao aplicar-lhe uma espécie de Crossface com a ajuda do cabo de uma bandeira dos Estados Unidos, mas Silas Young atacou-o e aplicou-lhe um Misery.
Entretanto, Silas Young despejou combustível e cima de uma mesa e Cheeseburger e Colt Cabana interferiram a favor de Flip Gordon, mas Silas e Bully mantiveram a situação sob controlo.
Quando Silas pegou no isqueiro para pegar fogo à mesa, as luzes apagaram-se e aparecem em cena Sandman com um kendo stick na mão, atacando Silas Young e abrindo alas para Flip Gordon fazer de Bully Ray o que quisesse. Indefeso e depois de sofrer na pele a dor promovida por kendo sticks, Ray acabou por desistir.
Vencedor: Flip Gordon
Nota: 8,5/10


ROH World Championship:
Jay Lethal (c) vs. Cody
Depois de uma troca de palavras ao microfone, Cody começou o combate ao simular uma lesão no joelho, atacando Jay Lethal depois de este baixar a guarda.
O que se seguiu foi um combate equilibrado entre dois fãs do estilo old school, com Lethal a trabalhar o joelho esquerdo de Cody, enquanto este tentava resistir e manter Lethal no tapete o máximo de tempo possível.
Cody esteve perto do triunfo após um Spear de Brandi e um Cross Rhodes de Cody, mas Lethal impediu que o assentamento chegasse ao fim. Minutos depois, Brandi errou no alvo e acertou no marido, mas depois foi sacrificada ao sofrer um Lethal Injection, aproveitando Cody para aplicar novo Cross Rhodes que, ainda assim, não lhe deu a vitória.
Enquanto Cody executava um Figure Four Leg Lock, a campainha soou, mas não por Lethal ter desistido, mas sim que Hangman Page a decidiu fazer soar para distrair o candidato principal. Lethal aproveitou a distração para aplicar um Cross Rhodes cujos efeitos não passaram da near fall.
Mais tarde, quando Jay Lethal se preparava para um sétimo Suicide Dive consecutivo, Cody aplicou um Din's Fire [Vertebreaker] que também não lhe deu a vitória. Na resposta, um enfurecido Lethal tentou arrumar o assunto com um segundo Lethal Injection consecutivo, mas foi intercetado por Cody e acabou por executar o Figure Four Leg Lock, alcançando o triunfo via submissão.
Vencedor: Jay Lethal
Nota: 8/10


Ladder War VII pelo ROH World Tag Team Championship:
SoCal Uncensored (Frankie Kazarian e Scorpio Sky) (c) vs. The Briscoes (Jay Briscoe e Mark Briscoe) vs. The Young Bucks (Matt Jackson e Nick Jackson)
Se ver estas três equipas num combate regular já é prometedor, vê-las num Ladder War é ter um candidato a combate do ano em perspetiva. Os voos não demoraram a aparecer e surgiram uns atrás dos outros. Os escadotes e as cadeiras também foram aparecendo, assim como sangue na cabeça de Kazarian.
Seguiu-se um combate recheado de spots, mas onde o selling também esteve presente. As três equipas momentos de brilho e ocasiões em que estiveram perto de subir ao escadote e alcançar a vitória, ainda que a criatividade e a capacidade voadora dos The Young Bucks se destaque sempre em contendas deste género.
Frankie Kazarian esteve muito bem colocado para dar a vitória à sua equipa, mas os Briscoes, por intermédio de Jay, acabaram por vencer e sagrar-se campeões na ROH pela décima vez.
Vencedores: The Briscoes (Jay Briscoe e Mark Briscoe) (novos campeões)
Nota: 8,5/10