Sami Callihan fica sem cabelo, Austin Aries retém o título mundial e Brian Cage conquista o da X-Division



Data: 22 de julho de 2018
Arena: Rebel Entertainment Complex
Localidade: Toronto, Ontário, Canadá




Fenix vs. Johnny Impact vs. Petey Williams vs. Taiji Ishimori
Combate típico da X-Division, recheado de spots acrobáticos.  Petey Williams diferenciou-se dos adversários por jogar em casa, puxando pelo público canadiano, aplicando golpes como Codebreaker ou Sharpshooter e ameaçando o Canadian Destroyer. Quando finalmente Petey aplicou o seu finisher, em Ishimori, sofreu um Diving Foot Stomp de Fenix. No entanto, foi Johnny Impact a conseguir levar a vitória para casa, após um Starship Pain em Fenix.
Vencedor: Johnny Impact
Nota: 7/10


Tessa Blanchard vs. Allie
A poderosa e matreira Tessa Blanchard contra a ágil favorita dos fãs Allie. Allie esteve muito perto da vitória depois de um Superkick após Tessa ter falhado um Diving Leg Drop, mas não passou da near fall. Aproveitou Tessa para vencer depois de um DDT.
Vencedora: Tessa Blanchard
Nota: 6/10


House of Hardcore match:
Eddie Edwards vs. Tommy Dreamer
Acho que nunca tinha visto um combate hardcore começar com um Lock Up, por muito agressivo que fosse esse Lock Up. Bem, de qualquer forma não foi preciso esperar muito para ver Dreamer agrafar a cabeça de Edwards. Depois entraram em cena os kendo sticks e as cadeiras.
Eddie Edwards preparava-se para um Superplex ou algo do género quando Dreamer o atingiu com um golpe baixo, prosseguindo com um Dreamer Driver a partir do topo de um dos cantos para cima de duas cadeiras. No entanto, o efeito do golpe não passou da near fall.
Não satisfeito, Dreamer foi buscar uma mesa, um frasco de petróleo e um isqueiro, mas Edwards evitou que Innovator of Violence puxasse fogo à mesa, atingindo-o com um DDT e um Shining Wizard vitorioso.
Vencedor: Eddie Edwards
Nota: 7/10


Impact X Division Championship:
Matt Sydal (c) vs. Brian Cage
A força de Brian Cage contra a agilidade de Matt Sydal. Cage esteve perto do triunfo após ter virado Sydal ao contrário com um Discus Clothesline, mas Sydal safou-se. Sydal foi sempre conseguindo arranjar forma de escapar dos principais golpes de Cage e contra-atacar com grande estilo, mas acabou por falhar o Shooting Star Press, e aí foi Brian Cage a aproveitar para capitalizar depois de uma espécie de Vertical Suplex invertido para Death Valley Driver.
Vencedor: Brian Cage (novo campeão)
Nota: 7/10


Impact Knockouts Championship:
Su Yung (c) vs. Madison Rayne
Madison Rayne estava a mostrar não ceder aos jogos psicológicos de Su Young, batendo-se bastante bem, mas acabou por ficar inconsciente ao sofrer um Mandible Claw.
Vencedora: Su Young
Nota: 5,5/10


5150 Street Fight pelo Impact World Tag Team Championship:
The Latin American Xchange (Santana e Ortiz) vs. The OGz (Hernandez e Homicide)
Um autêntico tag team grudge match, entre as versões atual e antiga dos LAX. Em poucos minutos, o ringue ficou recheado de objetos, como cadeiras, mesas, escadotes ou tampas de baldes do lixo.
Os LAX estiveram perto do triunfo após um double team a fazer lembrar o Doomsday Device, mas Hernandez puxou a perna do árbitro e impediu a derrota. Depois, Hernandez fez uma autêntica placagem a Santana, complementada com um Somersault de Homicide em Santana para cima de uma mesa.
Seguiu-se um período emocionante, com golpes aplicados em cima de mesas, tornando imprevisível o desfecho da contenda. Homicide parecia encaminhado para a vitória, mas foi distraído por Konnan e projetado para cima de um amontoado de pioneses por Santana, que complementou a ofensiva com um Frog Splash vitorioso.
Vencedores: The Latin American Xchange (Santana e Ortiz)
Nota: 8,5/10


Mask vs. Hair match:
Pentagon Jr. (máscara) vs. Sami Callihan (cabelo)
Mais um combate recheado de intensidade e violência. A dada altura, Sami Callihan utilizou um espigão para causar alguns estragos em Pentagon Jr. e tentar até retirar-lhe parte da máscara. Pentagon Jr. retribuiu o favor, fazendo o adversário jorrar sangue com um espigão e a ajuda de um taco de basebol a fazer de martelo.
A dada altura, Callihan atirou uma espécie de farinha para os olhos de Pentagon Jr., cegando-o. Sem conseguir ver, Pentagon Jr. prendeu o braço do árbitro, pesando tratar-se de Callihan. Depois, aplicou um Pentagon Driver em Callihan, mas não havia árbitro para fazer a contagem.
Mais tarde, Pentagon Jr. executou um Fear Factor, que não passou da near fall, e depois avançou para o Package Piledriver vitorioso.
Depois, com a ajuda do irmão Fenix para fazer face à resistência de Callihan e seus compinchas, pegou na tesoura e cortou o cabelo ao adversário, conforme previsto.
Vencedor: Pentagon Jr.
Nota: 9/10


Impact World Championship:
Austin Aries (c) vs. Moose
Austin Aries não deixou de ser provocativo apesar da estatura do adversário, e acabou acossando sempre que puxou pela fúria do possante Moose.
Aries esperou pela melhor oportunidade para iniciar a sua ofensiva, e conseguiu causar alguns estragos junto à barreira de proteção, apesar de Moose não ter demorado muito a levantar-se no regresso ao ringue.
Depois de algum tempo a ser dominado pelo candidato principal, Aries conseguiu contra-atacar e aplicar alguns dos principais golpes do seu arsenal. A dada altura, o campeão atingiu Moose com um golpe baixo, mas acabou por sofrer um Brainbuster e um Spear logo a seguir, ainda que os efeitos não tivessem passado da near fall.
Em seguida, Aries tentou voltar ao backstage, mas foi intercetado por Moose, que o atirou para cima dos fãs presentes na primeira fila. O título voltou a perigar para o campeão, mas Aries encontrou forma de inverter mais uma vez a decisão, aplicando um Brainbuster fora do ringue.
No regresso ao ringue, primeiro ainda tentou utilizar o cinto para chegar à vitória – ou pelo menos manter o título via desqualificação -, mas acabou por nem precisar, alcançando o triunfo após mais um Brainbuster.
Vencedor: Austin Aries
Nota: 8,5/10