Dalton Castle retém o título mundial e Cody bate Kenny Omega



Data: 7 de abril de 2018
Arena: UNO Lakefront Arena
Localidade: New Orleans, Louisiana




Hangman Page vs. Kota Ibushi
Kota Ibushi, com a sua velocidade, agilidade e técnica, causou bastantes dificuldades a Hangman Page. Ainda assim, Page esteve muito perto do triunfo após um Cradle Piledriver, mas não passou da near fall. O mesmo desfecho conheceu Page depois de um violento Lariat, pouco depois.
A emoção teve continuidade por parte de Ibushi, que depois de ter visto um assentamento não chegar ao fim após um German Suplex, aplicou a joelhada que lhe deu a vitória.
Vencedor: Kota Ibushi
Nota: 7,5/10


Final do torneio pelo Women of Honor Championship:
Kelly Klein vs. Sumie Sakai
Combate para coroar a primeira campeã feminina da ROH, com demonstração de qualidade por parte das duas lutadoras. A vitória sorriu a Sumie Sakai, após um DDT.
Vencedora: Sumie Sakai
Nota: 6/10


Ladder match pelo ROH World 6-Man Tag Team Championship:
SoCal Uncensored (Christopher Daniels, Frankie Kazarian e Scorpio Sky) (c) vs. Flip Gordon e The Young Bucks (Matt Jackson e Nick Jackson)
Um gimmick match destes com os Young Bucks metidos ao barulho é espetáculo garantido. Ainda assim, o primeiro grande spot do combate envolveu apenas Kazarian e Gordon, tendo o primeiro aplicado um Cutter ao segundo a partir do topo de um escadote.
Contudo, os Young Bucks haveriam de tomar as rédeas, utilizando o escadote como arma para infligir danos nos adversários. E, como se sabe, eles são bastante criativos nesse tipo de situações.
A dada altura, os Young Bucks pareciam estar lançados para subir ao topo do escadote e capturar os títulos, mas uma interferência dos The Kingdom impediu que tal viesse a acontecer. Contudo, os The Kingdom também não deixaram que os SoCal Uncensored ganhassem o combate.
Os verdadeiros intervenientes no combate lá afastaram os The Kingdom e procurar resolver o assunto de uma forma justa, no ringue, ainda que os invasores insistissem em manter-se nas imediações. Os Young Bucks e Flip Gordon preocuparam-se demasiado em dar espetáculo e em mergulhar para cima de mesa que tinham gente lá deitada em cima, e permitiram que Matt Jackson tivesse ficado no ringue numa situação de um contra um com Daniels, que fez valer a sua experiência e garantiu o triunfo para a sua equipa.
Vencedores: SoCal Uncensored (Christopher Daniels, Frankie Kazarian e Scorpio Sky)
Nota: 8/10


Beer City Bruiser e Brian Malonis vs. Motor City Machine Guns (Alex Shelley e Chris Sabin) vs. Luke & PJ Hawx
Os levezinhos PJ Hawx e Alex Shelley deram início ao combate, numa toada continuada por Luke e Chris Sabin, mas interrompida pelas entradas em cena dos superpesados Brian Malonis e Beer City Bruiser.
A provável mais possante tag team do business acabou por levar a melhor, após uma série de Splashes em PJ Hawx.
Vencedores: Beer City Bruiser e Brian Malonis
Nota: 5/10


ROH World Tag Team Championship:
The Briscoes (Mark e Jay Briscoe) (c) vs. Jay Lethal e Hiroshi Tanahashi
O talento e a experiência de Lethal e Tanahashi contra o trabalho de equipa e o conhecimento de tag team wrestling dos irmãos Briscoes. Ambos os argumentos foram válidos e por isso assistiu-se a um combate em que o equilíbrio e a alternância de possíveis situações de fim de combates foram notas dominantes.
Os Briscoes acabaram por levar a melhor, depois de um Doomsday Device.
Vencedores: The Briscoes (Mark e Jay Briscoe)
Nota: 6/10


Last Man Standing match pelo ROH World Television Championship:
Kenny King (c) vs. Silas Young
Num combate entre dois lutadores habituados a defrontar-se, Silas Young foi o primeiro a estar perto da vitória, depois de ter plantado Kenny King numa mesa fora do ringue. Seguiram-se algumas tentativas frustradas de parte a parte em chegar à contagem de dez, antes de Silas Young ter introduzido alguns objetos no ringue, em buscar de conseguir algo mais impactante.
Passados uns minutos, já depois da interferência de Beer City Bruiser, Kenny King deitou Silas Young numa mesa e mergulhou lá para cima com um Shooting Star Press, mas acabou por sofrer a derrota na sequência desse voo. Isto porque Beer City Bruiser, que estava debaixo do ringue, prendeu as pernas de Kenny King e impediu que este se levantasse.
Silas Young conquistou o título, mas ficou a saber que tem em Austin Aries alguém disposto a destroná-lo.
Vencedor: Silas Young (novo campeão)
Nota: 7/10


Bully Ray e Cheeseburger vs. The Dawgs (Rhett Titus e Will Ferrara)
Os The Dawgs não perderam tempo e atacaram Eli e Cheeseburger durante a entrada destes, deixando Eli fora de combate. Bully Ray interferiu para que o ataque chegasse ao fim, e Cheeseburger implorou-lhe para que Ray fosse o seu parceiro. E Ray, embora já retirado, acabou por aceitar após uma alguma hesitação.
Bully Ray e Cheeseburger estavam em alta, mas depois de terem replicado o momento “Get the Tables!” dos Dudleys/Team 3D, Bully Ray plantou o parceiro no ringue, terminou a contenda e fez uma promo a criticar a nova geração de wrestlers.
Vencedores: No Contest
Nota: -


Cody vs. Kenny Omega
Grande entusiasmo por parte dos fãs para ver este combate e Kenny Omega num evento da Ring Of Honor.
Omega começou melhor, mas preocupou-se com o urso de Cody quando este lhe puxou uma perna e aplicou-lhe um Baseball Slide. Cody aproveitou a distração e atingiu Omega com um Suicide Dive, dando início a um período de domínio.
Durante a fase em que dominava o adversário, Cody começou a acusar algum excesso de confiança e foi-se distraindo com os fãs, o que permitiu a Kenny Omega recuperar algum fôlego e conseguir responder à ofensiva do oponente.
Depois de ter estado na mó de baixo, Cody conseguiu prender Omega num Figure Four Leg Lock durante algum tempo, causando danos nas pernas do adversário. Em seguida, Cody tentou aplicar o Cross Rhodes para cima de uma mesa, mas Omega bloqueou a manobra e executou um Dragon Rush para cima da borda do ringue, a zona mais dolorosa do squared circle.
Omega tentou causar mais danos e aplicar um Suplex para cima de uma mesa, mas desta feita foi Cody a bloquear a manobra e a fazer com que Omega caísse com a zona abdominal em cima de parte lateral da mesa.
Seguiu-se uma fase em que ambos lutaram taco-a-taco, com cada um a executar alguns dos principais golpes. A dada altura, Omega tentou acertar em Cody com um Rain Trigger, mas acabou por atingir Brandi, que caiu em cima de uma mesa. Omega ficou preocupado e Cody aproveitou a distração para aplicar um Cross Rhodes, cujo efeito não passou da near fall.
Essa foi a primeira de várias near falls. Depois, foi a vez Omega acertar com um V-Trigger e não conseguir que o assentamento chegasse ao três. Em seguida, Cody ripostou com um Vertebreaker que também culminou em near fall.
Após um Double Cross Body, e numa altura em que o árbitro estava caído, os Young Bucks apareceram em cena e aplicaram um Superkick aparentemente involuntário em Omega. Cody aproveitou para complementar com um Cross Rhodes vitorioso.
Vencedor: Cody Rhodes
Nota: 9/10


ROH World Championship:
Dalton Castle (c) vs. Marty Scurll
Depois de algumas provocações de parte a parte durante os primeiros minutos, ambos avançaram para um duelo agradável de se ver, com Marty Scurll a trabalhar no braço de Dalton Castle.
Bastante magoado, Castle foi lutando como podia, recorrendo a murros com o braço não lesionado e a cabeçadas. Depois de atordoar Scurll, aplicou um German Suplex (with bridge), mas não passou da near fall. Scurll respondeu com um pontapé na cabeça de Castle, mas este também se safou.
Mais adiante, numa fase em que Scurll tentava recorrer a táticas ilegais, Castle conseguiu aplicar o Bang-A-Rang, mas o árbitro não conseguiu fazer a contagem, uma vez que Scurll o tinha aleijado nos dedos.
Scurll aproveitou para atingir Castle com o seu guarda-chuva por várias vezes e complementar com o Brainbuster, mas a contagem do novo árbitro em ringue não chegou ao fim. Em seguida, Scurll prendeu o campeão no Chickenwing, mas este conseguiu soltar-se.
Depois de ter sofrido muito, Castle encontrou forma de executar o Bang-A-Rang vitorioso.
Vencedor: Dalton Castle
Nota: 8,5/10